Eis o resultado das interpelações feitas a alguns dos seus tripulantes e passageiros. As respostas é que não cabem na cabeça de ninguém!

Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2010

Levei que tempos para me livrar dos efeitos da conversa de ontem. Mas algo me estimula no sentido de continuar a procurar as razões do meu desencanto e infelicidade. Ontem, quando estava na fila para levantar dinheiro, chegou a Minneli, que é uma das tradutoras da Neve dos Loucos. Como tínhamos uma data de gente à nossa frente, perguntei-lhe: Olha lá, porque é que parecemos galinhas tontas, sem qualquer noção do rumo a seguir?

 

 

 

Minneli, desconfiada com o fotógrafo.

 

A minha amiga respirou fundo, rodou o cartão do multibanco entre os dedos e, sem pestanejar, respondeu: Meu caro, a questão não é «porque é que…», é saber «para que é que…»! Tu sentes-te uma galinha tonta para aprenderes a orientar-te, para reconheceres que tens uma bússola interna que te ajuda a ler, como deve de ser, o teu mapa pessoal. Não precisas de chegar ao desconforto para dizeres «basta» ao jogo da galinha tonta. Estás neste jogo para aprenderes a reconhecer para que lado é que te deves virar. Mas que não sejas tu, enquanto mera consciência terrena, a decidir qual o rumo a tomar. No fundo, tu já conheces a solução para os teus problemas, mas não acreditas nelas, porque ainda julgas que o coração mente. Todavia, mesmo que aceitasses essas soluções, tal não garantia que viesses a pôr em prática! Por isso é que te pões a perguntar: «Como é que eu sei que isto está certo?» O que o teu coração te diz – e tem dito sempre, mas tu não ouves - é para acabares com esse medo! Como? Simples: abdica das tuas desgraças e conquistas, sabendo que foram apenas movimentos de sobrevivência e não de real crescimento. Despoja-te da tua história e entrega-te. Depois, prepara-te para, nos primeiros tempos, ficares completamente desorientado! Esquece-te do que fizeste e do que deverias ter feito mas não fizeste. Deixa de enaltecer as tuas glórias e lamentar as derrotas. Pensar que alguém ganha ou perde alguma coisa nenhuma, é um erro de visão de quem é espiritualmente míope!

 

Pior a emenda que o soneto! Esta gente tem cada uma! Se eu me esquecer do que fiz de bom, vou ficar pior do que já estou. Seja como for, agradeci à Minneli por me ter ajudado a passar o tempo de espera na fila no multibanco. Introduzi o cartão na ranhura, levantei dinheiro e fui comer uma costeleta.

publicado por Gerador de posts às 13:58

De Arnaldo a 2 de Dezembro de 2010 às 23:51
Para não parecermos galinhas tontas na procura de qual o caminho a seguir, tanto quanto possível, sem abdicar, procuremos viver em harmonia connosco próprios, com todas as pessoas e com a Natureza. Assim, o nosso coração vai ganhando terreno ao "nosso torturador interno", até que um dia o ego também será reformado e poderemos, finalmente, cumprir com o plano do nosso Criador.

Abraço fraterno


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
17
18

19
20
22
24
25

26
27
29
30
31


comentários recentes
Com muita pena nossa :(
Esta resposta veio mesmo na altura em que eu preci...
Onde ele atende? Vc pode me passar os contatos del...
Na vida está tudo certo.Sinto-me grato e feliz, po...
"Aliás, não voltarei a fazer perguntas seja a quem...
Tão engraçado...na minha meditação de segunda feir...
Muito bem, por esta não estava à espera, pelo meno...
Ora até que enfim que o 'louco' virou 'sábio'. O s...
Maravilhosos os textos colocados... pela forma des...
Deus está em cada um de nós.Somos parte de um todo...
arquivos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro